Perdidos no deserto

(Publicado no jornal Metro, 21/4/2011)

A Guerra da Líbia continua o seu desastrado curso. A intervenção ocidental, nominalmente destinada a servir fins humanitários, está neste momento ela própria envolvida num desastre humanitário, podendo ainda vir a causar outros. Recorde-se que o propósito confesso inicial era proteger os chamados “rebeldes” dos ataques de Khadafi, evitando o agora célebre potencial “massacre de Benghazi”. Não havia lugar para “mudanças de regime”. Neste momento, os países ocidentais dirigidos pela NATO são partes de uma guerra civil e estão do lado que quer mudar o regime. Ou seja, são partes de um desastre humanitário como são todas as guerras civis, cujas condições pioram dia a dia, e não sabem quando vão poder sair dele. Estranhamente, no entanto, continuam a multiplicar declarações sobre como não querem mudar o regime. Não vale a pena elaborar sobre a contradição, que parece óbvia para todos menos para os que estão nela imersos.

O desastre da intervenção reside exactamente nesta contradição. A maior parte dos ocidentais (incluindo a actual administração americana) que nela participam andaram quase uma década a gritar contra as mudanças de regime como as promovidas pela anterior administração. Não seria com facilidade que agora admitiriam estar metidos numa operação do mesmo género. Mas por isso mesmo não utilizam os meios que seriam necessários para a dita operação ser bem sucedida. E ao não o fazerem arriscam-se a não conseguir cumprir nenhum dos objectivos, nem o confesso (humanitário) nem o efectivo (derrubar Khadafi), pelo contrário prolongando um conflito que pode vir a durar muito sem acabar com o regime. Curiosamente, a solução que pode vir a ser mais aceitável, justamente para evitar o desastre humanitário, será dividir a Líbia em dois. Mas dividir a Líbia em dois corresponderá a manter Khadafi numa das partes e a criar um regime na outra cuja natureza democrática é completamente duvidosa. Um mau momento que é capaz de não vir a orgulhar ninguém

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: