Comício inaugural

(Publicado no jornal Metro, 17/3/2011)

A declaração do primeiro-ministro aos jornalistas na segunda-feira foi um acto de campanha eleitoral. Foi, digamos, o comício inaugural da campanha para as próximas eleições legislativas. Só deste modo se compreende a sua insistência em recusar terminantemente a “ajuda externa”. Como já toda a gente percebeu, a dita “ajuda” é o melhor instrumento para fazer baixar os juros pedidos pela venda de dívida pública portuguesa. Como também já toda a gente percebeu, essa “ajuda” é praticamente inevitável. Mas aceitá-la sem mais seria a morte do Governo. Logo, a melhor maneira de ganhar alguma posição será dizer que, se tivermos que recorrer a ela, isso se deverá à ausência de condições de “governabilidade”, atribuindo a responsabilidade à falta de apoio do PSD.

O Governo sabia que não poderia voltar a contar com o PSD para mais um PEC. Mas a recusa do PSD é o argumento ideal para lançar sobre ele o célebre ónus da instabilidade: se o Governo cair, a responsabilidade não é sua mas dos traidores que não o apoiaram neste momento tão difícil. Para mais, o Governo tem-se entretido a envenenar as relações com o Presidente da República, desde o primeiro mandato, mas sobretudo desde a campanha presidencial, com o último refinamento de não o informar acerca do mais recente pacote de medidas – um uso rasca dos mecanismos institucionais da nossa democracia. Se o Presidente já tinha dúvidas sobre a benevolência com que deveria tratar o Governo, perdeu-as por completo há cerca de uma semana.

O Governo pode assim cair e receber a “ajuda externa”, ao mesmo tempo que explica que as duas coisas estão ligadas e que, se não caísse, a tal “ajuda” não seria necessária. Pode pois, desta forma, construir uma narrativa em que se apresenta como o intrépido defensor do país contra a oposição irresponsável, que escancara a pátria ao “estigma” da “intervenção estrangeira”.

É a melhor maneira de tentar um resultado eleitoral aceitável. Mas não é nada seguro que seja suficiente.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: