O tango

(Publicado no jornal Metro, 3/3/2011)

José Sócrates e Pedro Passos Coelho há muito que dançam o tango (“el tango”, no original espanhol de Sócrates). O tango é uma dança de insinuações eróticas e violentas: os dançarinos tanto parecem amar-se perdidamente num momento como odiar-se no seguinte. O mesmo se passa com os nossos dois artistas. Com a diferença de que não sabemos muito bem como vai acabar.

Sócrates multiplica os gritos de acasalamento: quer comprometer Coelho com tudo, como já fez no passado. Sem maioria absoluta, não quer ficar sozinho, em especial para o Orçamento de 2012, que, de acordo com as regras do novo Reich, tem de começar a ser delineado já em Abril para o encantadoramente chamado “semestre europeu” – o tal “visto prévio” dos financiadores da desgraça portuguesa. Para isto aposta em que Coelho não queira parecer o “fautor da instabilidade”. Não por acaso, “estabilidade” é o mote da moção de Sócrates à chefia do PS.

Quanto a Passos Coelho, não quer efectivamente parecer o “fautor da instabilidade”. Sobretudo por receio de ser prejudicado em hipotéticas eleições no caso de queda do Governo. Mas por outro lado também não quer dar a ideia de estar sempre a adiar o momento para “lá chegar”. Já o fez nos PECs, no Orçamento de 2011 e, agora, na célebre moção do BE. Ainda para mais porque várias sereias lhe cantam: a sereia das sondagens, que o dá perto da maioria absoluta; e a sereia do partido, que está ansioso por se aboletar com uns cargos. Mas como toda a gente sabe, o canto das sereias é perigoso.

Para Coelho, o ideal seria que o FMI-Fundo do euro decretasse o falhanço de Sócrates “intervindo” em Portugal, o que o pouparia ao tal papel de “fautor da instabilidade”. Mas não é certo que a UE não prefira as soluções ad hoc usadas até ao momento, em nome do valor mais alto da “sobrevivência do euro”. Por tudo isto, não vale a pena descartar, por enquanto, a possibilidade do Bloco Central, se a vantagem não for clara para nenhum e a “salvação do país” o exigir. Esse é que seria um belo tango.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: