A inocência e o Cavaco

Qualquer suspeição transitada em jornais ou processo judicial provoca sempre muitos arrebatamentos pelo Estado de Direito (ambos com agá grande, como diria João Pinto): as escutas, o fascismo, a presunção de inocência, o 25 de Abril e tal. Quanto ao Cavaco, já se provou tudo: é culpado do BPN e da Coelha e acabou-se. Como se sabe, há duas grandes doutrinas sobre a presunção de inocência: a que se atribui aos nossos e a que se atribui aos outros.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: