A história do mandato de Obama

Presumo que por cá ainda persista o encantamento, mas na terra onde ele é presidente a história do mandato de Obama está resumida no gráfico acima. Previsivelmente, a esquerda mais histérica (e.g. Paul Krugman nos EUA) já começou a explicar que é tudo uma conspiração plutocrática: as seguradoras estariam a comprar senadores democratas. Resta explicar por que razão também a opinião pública em geral se vem desencantando com o presidente. Depois de um pequeno interregno, talvez esteja para mais próximo do que se julgaria o regresso do “americano estúpido” (como se pode ver aqui, já começou mesmo a voltar). Não creio que tudo se resuma a uma hostilidade ao plano de saúde. Julgo que se deve sobretudo a uma hostilidade ao endividamento lunático em que as políticas de Obama já colocaram os EUA e para o qual o plano de saúde seria mais um contributo. Para além de que, ao contrário de um mito persistente na Europa e entre alguma esquerda americana, o sistema de saúde americano não é assim tão mau que precise de uma revolução completa (certamente precisará de melhoramentos) e os amercianos não estão assim tão descontentes com ele: não é o último argumento, mas eu já fui duas vezes atendido em urgências nos EUA (uma num hospital universitário, outra num público); nunca fiquei à porta, sempre fui bem tratado e nunca paguei o equivalente local às taxas moderadoras (porque os recibos nunca cá chegaram…).

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: