It’s a gas

Como em muitas outras coisas, o pior é a beatice, a histeria. É o que se passa com a UE. Parece que é sempre preciso estar a bater no peito e afirmar a grandeza do “projecto”. Ora o “projecto”, como qualquer outro “projecto”, tem os seus lados bons e maus. A agit-prop permanente é certamente um dos maus. Mas há mais: por muita propaganda que se faça sobre as belezas do “soft-power” europeu, a verdade é que ele é, a maior parte das vezes, uma necessidade mais do que uma virtude. O que quer dizer que, a maior parte das vezes, para pouco serve. O caso mais claro é o da Rússia e os vizinhos comuns entre ela e a UE. A Rússia fechou a torneira do gás à Ucrânia, mas prometeu aos grandes países europeus (sobretudo França e Alemanha) que o seu fornecimento não seria afectado. Entretanto, o fornecimento da Grécia, da Bulgária e da Turquia está a ser afectado. A Europa não quer (não pode) enfrentar a Rússia. A Rússia quer aumentar o seu poder na Europa central. Como a Europa não pode enfrentar a Rússia, deixa o caminho aberto para as suas tropelias, apenas garantindo que o gás (logo agora no Inverno) continua a chegar, e apenas aos grandes países (na verdade, a Grécia que se dane). No meio disto, a Ucrânia e as suas veleidades de “ocidentalização” foram completamente ignoradas pela Europa, ao mesmo tempo que a Geórgia foi parcialmente entregue (pelas mãos do Presidente Sarkozy) à Rússia. Não digo que pudesse ser de outra forma. Mas não vale a pena confundir “soft-power” com realismo. E, muito francamente, dispensava-se a propaganda.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: