Quem são os heróis?

Mais uma mortificação francesa: uma exposição fotográfica mostra a vida agradável dos parisienses durante a ocupação nazi (iam ver o Conde de Monte-Cristo ao cinema, por exemplo, como na fotografia). É um daqueles temas que toda a gente conhece mas é suposto calar. Toda a gente sabe das denúncias de judeus e da geral colaboração. Muita gente sabe, até, que Sartre, famoso compagnon comunista, escreveu em jornais colaboracionistas e apresentou duas peças (Les Mouches e Huis Clos) durante a ocupação.

Mas é uma estranha mortificação. Porque a verdade é que, por onde os nazis passaram, não deixaram apenas um rasto de morte, deixaram também um rasto de colaboração. Isto é verdade em toda a Europa central e de leste. Mais interessante ainda, é verdade em Inglaterra, onde ocuparam a ilha de Jersey. Apesar de a partir de Junho de 1940 a Inglaterra ser o único país em guerra com a Alemanha, não foi isso que impediu muitos islanders de colaborar com eles. É por serem tão poucos que há heróis.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: