Retórica

Vi ontem pela primeira vez quase até ao fim a noite eleitoral americana – compromissos domésticos não me obrigavam a levantar tão cedo. Achei o discurso de McCain excelente. Sem ter de falar para dentro do partido, falou já como candidato nacional, definindo muito claramente os pincípios da candidatura. Achei o discurso, aliás, uma lição para quem confunde retórica com verbosidade. Obama é essencialmente verboso, por muito encantatório que seja. Mas é um pouco como as paixões adolescentes: a princípio não se consegue pensar noutra coisa, só que depois, quando se percebe que os traços de personalidade do outro acabam por se confundir com tiques, esfuma-se o encanto. Mais um discurso sobre “hope”, “change” e “we are the ones we have been waiting for” também cansa. O contrário do discurso de McCain. E por acaso também gosto da Cindy.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: