Assim não tem graça

(Publicado no jornal Meia-Hora, 6/9/2007)

     Primeiro foi o PS. Agora foi o “Bloco”. A esquerda parece andar toda a chegar-se à direita. O PS faz “reformas” que outrora não hesitaria em chamar “neoliberais”. O “Bloco” anda muito ordeiro e realista e até já governa a cidade de Lisboa. Claro que há sempre um ou outro acto falhado, do género do apoio de Miguel Portas aos assaltantes da herdade de milho transgénico. Mas são lapsos, que até o próprio Portas se apressou a corrigir. Isto deveria ser motivo de regozijo para todos aqueles que andaram anos a defender uma certa libertação da sociedade e os princípios da democracia liberal. Afinal, o PS já acha que alguma coisa precisa de mudar no nosso “Estado social” e o “Bloco” (todo ele constituído por velhos partidos e grupos anti-democráticos) resignou-se ao prosaísmo do que em tempos chamaria de “democracia burguesa”.

     O contraste disto, curiosamente, é o desastre dos partidos de direita. O êxito das ideias vindas da direita conduziu à incapacidade dos seus partidos. É capaz de não ser por acaso. É que à direita já não basta gritar “ó da guarda, vem aí a esquerda!” (e muito menos, “ó da guarda, vem aí o comunismo!”). O PS já não se confunde com gestões económicas calamitosas e o “Bloco” (pelo menos completamente) com o mais absurdo radicalismo. Então, que fazer? Provavelmente, acentuar aquilo que ainda distingue a direita da esquerda. Se não é a democracia e as “reformas” talvez seja uma menor crença no Estado, uma maior crença nos indivíduos, na iniciativa privada, nas famílias ou em associações voluntárias diversas. Uma vez estabelecida esta base, as políticas concretas seriam quase uma derivação natural. Nada disto deveria custar muito. Afinal, os partidos de esquerda são neófitos nos papéis que agora se atribuíram a si mesmos. Este pequeno ajustamento faria bem à direita, naturalmente, mas também à esquerda, que seria obrigada a continuar a actualizar-se, como o fez nos últimos vinte anos. Agora, a direita tal como está é que não tem graça nenhuma.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: