Archive for Agosto, 2007

Do Minho a Maceió

Agosto 31, 2007

Não vale a pena. Há certas palavrinhas (em geral correspondentes a ideiazinhas) que causam sempre grande excitação. Digamos, a palavra “multicultural”.

Vem hoje no Público, naquelas setinhas para cima e para baixo, o futebolista Pepe. A seta está para cima porque a convocação de Pepe para um jogo da selecção, segundo o texto do jornal, “não causou polémica”. E segue: “Ainda bem. Começamo-nos a habituar a uma selecção multicultural”.

Vamos lá a ver. As selecções não são “multiculturais”, são “nacionais”. Os suecos jogam na da Suécia, os brasileiros na do Brasil. Pepe joga na nossa porque é português. Se há alguma coisa que não é chamada para as selecções é o facto de serem “multiculturais”. Eu acho muito bem que o Pepe jogue na selecção portuguesa, mas porque ele é um grande jogador (assim como o Deco). O princípio das selecções é mesmo o do velho chauvinismo nacionalista, não o da “pós-nacionalidade” ou outra coisa do género.

De resto, a selecção é “multicultural” já há muito tempo. Sempre houve gente de todas as raças a jogar por ela. Aliás, não houve selecção mais “multicultural” do que a dos anos 60, do tempo do fascismo, onde entre moçambicanos, angolanos e brasileiros, ainda havia lugar para uns toscos de Torres Novas e do Barreiro.

Tudo se explica

Agosto 29, 2007

Não faço a menor ideia de porque é que as pessoas mantêm blogues. Foi por isso mesmo que abri este.

Tornerà un altro inverno

Agosto 29, 2007